País

Como o alargamento do período de luto parental teria sido importante na vida de quem perdeu um filho

Portugal aprovou o alargamento do período de luto pela perda de um filho de cinco para 20 dias.

A discussão sobre o alargamento do período de luto pela perda de um filho chegou ao Parlamento através de uma petição, que em poucos dias reuniu 84 mil assinaturas.

Na quarta-feira, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou o prolongamento da licença por morte de um filho de cinco para 20 dias.

"Os 5 dias não chegam sequer para a gente tratar da parte burocrática. Do funeral e sei lá, aquelas coisa todas que têm a ver com o enterro. E depois temos aquela parte de nos habituarmos a voltar à rotina do trabalho, dos irmãos", disse Pedro Bello, que teve direito a cinco dias de luto parental após a morte da filha.

Esta reportagem mostra como o alargamento do prazo teria sido importante na vida de dois pais que perderem os filhos precocemente.

SAIBA MAIS