Os Especialistas

Melanoma. Saiba o que é e como pode preveni-lo

A prevenção é fulcral, alertam os especialistas na semana em que se assinala o Dia do Euromelanoma

Em Portugal, surgem 12 mil novos casos de cancro de pele por ano. No entanto, se o problema for detetado logo no início, a possibilidade de cura é quase total: 90%.

O cancro de pele continua a aumentar em Portugal, apesar das campanhas de prevenção e do maior esclarecimento da população sobre os riscos a evitar. Dados recentes indicam que dois dos cancros mais frequentes, o basiloma (ou carcinoma basocelular) e o carcinoma espinocelular estão a aumentar 5 a 6% anualmente. Também a incidência do melanoma (cerca de 7% ao ano), o tipo de cancro de pele mais perigoso, tem aumentado de forma significativa nas últimas quatro décadas.

O melanoma – cujo dia europeu se assinalou a 18 de maio – é o cancro de pele menos frequente, mas é o que pode causar maior taxa de mortalidade (75% das mortes de cancro de pele). Todos os anos são diagnosticados 1.500 novos casos de melanoma, em Portugal.

A população deve ter em atenção sinais que vão mudando de aspeto, de cor ou de tamanho, que alteram o contorno ou que passam a dar desconforto ou comichão.

Assista ao seguinte vídeo e perceba o que é o cancro de pele e quais as recomendações do dermatologista e presidente da Associação Portuguesa de Cancro Cutâneo – João Maia Silva – para prevenir este problema de saúde:

Os Especialistas

Mais